quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

poesia

Estou em frente ao espelho
e fico satisfeita ao me olhar.
Sou esperta e linda
todos devem me adorar.

Não preciso de ninguém
confio em minhas opiniões.
Sou independente
tomo minhas prórias decisões.

Se penso que o que faço está errado,
porque faria aquilo?
Sempre faço tudo que é certo
nunca dou nenhum vacilo.

Não me importo com o que os outros pensam
gosto que tudo seja do meu jeito.
As pessoas devem girar ao meu redor,
e me devem respeito.

Alguns chamam isso de egocentrismo
eu chamaria de valorização.
Não culpo ninguém por não possuir
essa própria admiração.

Gosto do que sou
por isso não vou mudar.
Gosto da minha personalidade,
esta eu nunca irei trocar!

(2º Lugar - 15a edição poemas projeto Bloínquês- Nota: 9,56)

2 comentários:

  1. Isso é o que podemos chamar de auto-estima!Se nós não nos amarmos primeiro,quem irá nos amar?Gostei do teu blog!

    ResponderExcluir